Blog do JJP - Notícias Populares do Maranhão

Flávio Dino perde o controle da própria sucessão e deve permanecer no cargo

Flávio Dino (PCdoB)Flávio Dino perde o controle da própria sucessão e deve permanecer no cargo

O aviso dado pelo secretário de Indústria e Comércio do Maranhão, Simplício Araújo, de que se não houver união na disputa pelo cargo de governador pode levar Flávio Dino a permanecer no cargo até o final do mandato, deve ser levado à sério.

Durante entrevista concedida ao programa Panorama, da rádio Mirante AM, Araújo disse que conhece bem o governador e que, segundo ele, não permitirá racha na base. Se for preciso, vai ficar no cargo e sem mandato depois de 31 de dezembro de 2022 para fazer seu sucessor.

Na verdade, Flávio Dino perdeu o controle da sua sucessão por não ter definido desde o ano vigente seu candidato, deixando a formação de uma cooperativa de postulantes dentro da base de aliados.

O governador chegou a estabelecer, através de uma carta-compromisso o apoio de todos para sua pretensão de ser eleito senador, ao mesmo tempo que os partidos da base prometeram aguardar novembro chegar e conhecer o escolhido, dentro de critério acordados.

Os dois principais pré-candidatos senador Weverton Rocha e o vice-governador Carlos Brandão, estão em pré-campanha, inclusive promovendo grandes encontros e já mostraram que será impossível esperar novembro. O deputado federal Josimar do Maranhão não abre mão da sua candidatura e Simplício Araújo pode atender o pedido de Flávio Dino para se retirar da disputa.

Os dois caminham para a disputa. Brandão estará, a partir de abril, sentado no trono na condição de governador, exceto se o atual titular do cargo resolva ficar no mandato.

Weverton Rocha tem forte apoio das lideranças políticas e se mantém à frente de todas as pesquisas quando é retirado o nome da ex-governadora Roseana Sarney e tem a simpatia do ex-presidente Lula.

Com o provável racha, restará ao governador ficar no mandato, interrompendo o sonho de Brandão e escolher um terceiro nome para disputar contra Weverton, aumentando as chances de Felipe Camarão ser abençoado como a via alternativa.

Prefeitura realiza Limpeza do Canal Água Fria visando diminuir alagamentos em Codó

Visando diminuir alagamentos e enchentes no período invernoso  que se aproxima, a Prefeitura de Codó finalizou um serviço de limpeza no Canal Água Fria nesta quarta-feira (25). Foram 15 dias de trabalhos desenvolvidos pela Secretaria Municipal de Infraestrutura.

Segundo o Secretário Divaldo Loureiro, o trabalho pretende diminuir alagamentos e enchentes no período das chuvas que se aproxima. “Nós sabemos que todos os anos no período das chuvas em Codó, o córrego água Fria transborda prejudicando diversas famílias codoenses, por isso de já estamos realizando todo esse trabalho de limpeza e retirada de entulho do Córrego Água Fria”, declarou.

“Estamos aproveitando o período de estiagem visando o período de inverno, nosso trabalho também visa diminuir a poluição, por isso, pedimos também a colaboração da população de Codó para não jogar lixo e entulhos no Canal Água Fria”, enfatizou o prefeito de Codó, Dr. Zé Francisco.

ASCOM- PMC

Vídeo: Lula chega a São Luís e é recebido por apoiadores

O ex-presidente Lula desembarcou agora pouco em São Luís. Ele participa de jantar logo mais, às 21h, no Palácio dos Leões com o governador Flávio Dino, o vice Carlos Brandão e convidados (secretários, deputados, pré-candidatos a governador) e cumpre agenda na capital até sexta-feira.

Na manhã desta quinta-feira, Lula visita as obras do hospital da Ilha e à tarde faz visita ao Iema do sítio Tamancão onde realiza um ato pela educação. Depois, deve ter conversas bilaterais com lideranças políticas, entre as quais a ex-governadora Roseana e o pai José Sarney, líderes de partidos e representantes de movimentos sociais.

Na sexta pela manhã, Lula tem uma agenda com a direção do PT e, ao meio dia, um almoço com o senador Weverton.

Fonte:  Blog do John Cutrim

Ex-presidente Lula chega em São Luís na tarde desta quarta-feira

O ex-presidente da República Luiz Inácio Lula da Silva (PT) desembarca nesta quinta-feira (19), em São Luís, onde cumprirá agenda política com objetivo de fortalecer sua candidatura para as Eleições 2022. Desde o dia 15 de agosto, Lula está percorrendo estados do Nordeste e já passou por Pernambuco e Piauí.

Ainda na noite de hoje, Lula será recebido pelo governador Flávio Dino (PSB) em um jantar para convidados no Palácio dos Leões. Na quinta-feira (19), Lula deve fazer visitas a creches, entre elas uma na Liberdade (Avenida Quarto Centenário) e outras obras, além de se reunir com representantes da juventude. Também está previsto um almoço com o senador Weverton Rocha (PDT). Lula também fará reuniões com Carlos Brandão (PSDB), e Roseana Sarney, presidente estadual do MDB.

Na sexta-feira (20), o ex-presidente segue para o Ceará. Ele também visitará o Rio Grande do Norte, no dia 24, e Bahia no dia 25.

Imagem do dia: Carlos Brandão reúne 12 vereadores de São Luís e 10 deputados estaduais em almoço

Sem helicóptero, sem reserva em hotel e de forma espontânea, o vice-governador Carlos Brandão (PSDB), reuniu 12 vereadores e 10 deputados estaduais na manhã desta terça-feira (17), em um restaurante popular de São Luís. O pré-candidato ao Governo do Maranhão foi visitar o projeto social “Bem Estar” do vereador Édson Gaguinho (DEM) nos bairros da Riod e Cidade Olímpica e de lá recebeu o convite para almoçar com parlamentares municipais e estaduais na região do Portinho.

Participaram do almoço os vereadores – Andrey Monteiro (Republicanos), Antônio Garcez (PTC), Astro de Ogum (PCdoB), Beto Castro (Avante), Coletivo Nós (PT), Concita Pinto (PCdoB), Domingos Paz (Podemos), Édson Gaguinho (DEM), Marquinhos (DEM), Paulo Victor (PCdoB), Thyago Freitas (DC) e Zeca Medeiros (Patriota) – ou seja, reunindo membros das mais diferentes posições ideológicas e matizes partidárias. Vereadores que foram eleitos com apoio de Duarte Júnior (PSB), Rubens Júnior (PCdoB), Neto Evangelista (DEM) e Eduardo Braide (Podemos).

Entre os deputados estaduais estiveram Adelmo Soares (PCdoB), Arnaldo Melo (MDB), Daniella Tema (DEM), Édson Araújo (PSB), Fábio Macedo (Republicanos), Leonardo Sá (PL), Paulo Neto (DEM), Rafael Leitoa (PDT), Stênio Rezende representando Andreia Rezende (DEM) e Yglesio Moyses (PSDB).

Ainda esteve presente o secretário de Esportes e Lazer, Rogério Cafeteira (PSB) e outras lideranças da capital, que espontaneamente foram ao encontro do vice-governador Carlos Brandão quando souberam que ele estava no restaurante na região do Portinho.

Brandão vai mostrando que com tranquilidade e simplicidade vai chegar ao Palácio dos Leões e transformar o Maranhão é um estado bem melhor para se viver.

Senador Weverton Rocha lança sua pré-candidatura ao governo do Maranhão em Imperatriz

Durante o lançamento da sua pré-candidatura ao governo do Maranhão neste sábado (14) na cidade de Imperatriz, o senador Weverton disse que não desistirá e que até novembro já tem encontros agendados pelo estado. ‘É um projeto sem volta, quem tem minha história, não sabe o que é desistir e terei o apoio do governador Flávio Dino”, afirmou para um grande número de pessoas presentes.

Na sua fala, Weverton pediu que todas as lideranças que o apoiam permaneçam firmes no projeto. “É a eleição da minha vida”, afirmou.

Imagem do dia: Brandão, Camarão e PT cada vez mais alinhados

Fica cada vez mais evidente a boa relação construída entre o vice-governador Carlos Brandão, o secretário de Educação, Felipe Camarão e o PT. Nesta quinta-feira (12), eles estiveram reunidos e acompanhados de Rubens Pereira, Domingos Dutra e Augusto Lobato.

O encontro político entre essas lideranças políticas serviu para evidenciar a harmonia que existe entre os personagens, que já podem ser considerados os responsáveis por conduzir os rumos eleitorais do próximo ano.

Projeto que reduz supersalários na administração pública pode trazer economia de até R$ 10 bi ao país

Após ser aprovado pelos senadores, passar pela Câmara e sofrer algumas mudanças, o Projeto de Lei 6726/16, dos Supersalários, voltou ao Senado para ser votado mais uma vez.

De acordo com Marilene Matos, professora universitária e advogada especializada em Direito Administrativo e Constitucional, a proposta é diminuir a ocorrência dos “supersalários” na administração pública, que acabam se tornando maiores que o previsto por conta da incidência de múltiplas parcelas indenizatórias.

“Os chamados penduricalhos acabam por, em algumas hipóteses, acarretar uma burla aos limites constitucionais”, destaca.

“Estima-se economia anual de três a dez bilhões de reais por ano. A ideia é que os recursos economizados sejam remanejados para áreas prioritárias. Se os recursos para pagamento de pessoal sofrem diminuição, há que se ter uma gestão razoável dessas sobras”.

Segundo Marilene, o PL, que atinge as três esferas de governo e todos os poderes (Executivo, Legislativo e Judiciário), deve trazer mudanças pelo fato de normatizar e tornar mais objetivos os parâmetros a serem utilizados para excluir verbas da incidência do teto remuneratório.

A norma viria para regulamentar a questão para fins de teto do funcionalismo, previsto no art. 37, inciso XI, da Constituição Federal.

“Ela pretende estabelecer limites para a maioria das verbas que serão excluídas do teto, como o recebimento da gratificação por acúmulo de função da magistratura e do MP, que passam a ser de, no máximo, um terço da remuneração desses agentes”, exemplifica.

Confira os principais pontos do PL 6726/16:

– Limites para exclusão de verbas indenizatórias que ficarão de fora do teto, como auxílio-alimentação (máximo de 3% do teto); ressarcimento de mensalidades de planos de saúde (máximo de 5% do teto); adicional de férias de máximo de 1/3 da remuneração do agente (a magistratura até então conta com adicional de férias 50% da remuneração), entre outros;

– Limite da exclusão do teto para a verba relativa ao exercício cumulativo de função (substituição) de membros da magistratura e do MP ao máximo de um terço do valor da remuneração e condicionada à comprovação do efetivo incremento na produtividade individual;

– Condicionantes para o recebimento do auxílio-moradia, que não pode ser recebido se o cônjuge, companheiro ou qualquer pessoa que more com o servidor já receba idêntica vantagem, bem como se houver imóvel funcional disponível, além de ser destinado à efetiva mudança de residência para desempenho do trabalho, ou no caso de mandatos eletivos

– Criação de tipo penal para a conduta de excluir ou autorizar a exclusão indevida de verbas que não estejam expressamente listadas na lei, bem como a modalidade de improbidade administrativa para a mesma conduta.

Os nomes cotados para a Casa Civil e Secap no governo Flávio Dino

Com a saída do deputado Marcelo Tavares da chefia da Casa Civil para ser conselheiro do Tribunal de Contas do Estado do Maranhão (TCE) no próximo mês, começaram a ser especulados nomes para a ocupar a pasta.

Segundo o blog do John Cutrim apurou, para o lugar de Marcelo Tavares é cotado – no momento – o nome de Diego Galdino, hoje secretário de Governo.

Galdino hoje trata de assuntos particulares, mas é uma opção cogitada para a Casa Civil.

Já na secretaria de Articulação Política, interinamente ocupada pelo subsecretário Fábio César, o nome especulado é Ricardo Capelli, que hoje comanda a secretaria de Comunicação. Neste cenário, Secap e Secom voltariam a ser somente uma pasta sob a titularidade de Capelli. Também há um movimento a favor do ex-deputado Rubens Pereira na Secap.

Outra possibilidade seria Capelli ir para a Casa Civil e Joslene Rodrigues (assessoria especial do governador) assumir a Secap.

A saída de Marcelo Tavares deve ocorrer em setembro, quando abre a vaga no TCE por indicação da Assembleia Legislativa. Até lá, o governador Flávio Dino deve concretizar as mudanças.