Blog do JJP - Notícias Populares do Maranhão

Prefeito de Coelho Neto é mais um a declarar apoio a Brandão

O prefeito de Coelho Neto, Bruno Silva (PP), declarous nesta terça-feira, 8, apoio à pré-candidatura do vice-governador Carlos Brandão (breve PSB).

Com um grupo de 12 vereadores, os ex-prefeitos do município, Raimundo Guanabara e Waltenir Lopes, e o vice-prefeito Antônio Lustosa, Bruno Silva garantiu o compromisso com a pré-candidatura do vice-governador.

“O Maranhão já é com Brandão e Coelho Neto não poderia ficar de fora”, disse o prefeito durante reunião para tratar das demandas do município.

Carlos Brandão agradeceu o apoio e anunciou um grande programa de desenvolvimento municipal, incluindo, naturalmente, Coelho Neto.

Além dos vereadores, também participou do encontro o presidente da Câmara de Afonso Cunha, Milton Bastos (PDT).

Grupo Gentil decide manter apoio a Carlos Brandão em 2022

O prefeito de Caxias, Fábio Gentil, acompanhado por uma caravana de vereadores caxienses e da vizinha cidade de São João do Sóter, reafirmou nesta segunda-feira, 7, o apoio à pré-candidatura de Carlos Brandão ao Governo do Maranhão.

A pré-candidata a deputada federal Amanda Gentil, figura já conhecida nos corredores do governo estadual, também participou do encontro, e reafirmou a disposição de alinhar seu projeto ao do vice-governador.

A deputada Daniella, que tem destinado muitos recursos para a Região dos Cocais, também estava presente e, junto com vereadores de Caxias e de São João do Sóter, reforçou que vê Brandão como o melhor para o estado.

“Agradecer o apoio da deputada Daniella e da Amanda Gentil, também dialogamos com vereadores e lideranças políticas de Caxias. Vamos em frente!”, assegurou o vice-governador, prestes a assumir o comando do Maranhão.

“Nossa segunda-feira foi cheia de reuniões muito importantes para nosso Maranhão! Ontem estivemos com a deputada Daniella, vereadores e lideranças políticas de Caxias, em diálogo com o vice governador Carlos Brandão, estamos cada vez mais alinhados para fazer o Maranhão crescer ainda mais!”, afirmou a pré-candidata a deputada federal Amanda Gentil.

Flávio Dino declara guerra a Weverton: “vou lutar pela eleição de Brandão”

Em ato de filiação de deputados ao PSB, Dino reforça a ideia de que o vice-governador tem condições de fazer o que ele não fez no governo e chama pra si a aliança com o ex-presidente Lula, lembrando que o seu partido estará na chapa presidencial

O governador Flávio Dino engrossou o tom nesta terça-feira, 8, contra o senador Weverton Rocha (PDT), em ato de filiação de deputados ao PSB.

– Eu tenho dito e repito: Eu vou lutar para que o Brandão ganhe a eleição e seja um governador melhor do que eu fui. E aquilo que não consegui fazer, eu quero que ele faça – afirmou o governador, em uma espécie de declaração de guerra a Weverton, que lidera as pesquisas.

Em suas duras declarações, o governador fez questão de reivindicar para si a aliança com o ex-presidente Lula no Maranhão, lembrando que será o seu PSB – e não o PDT – que estará na chapa presidencial.

– Muito provavelmente o nosso partido estará na chapa presidencial. Muito provavelmente, nós teremos, nas próximas semanas, a filiação (ao PSB) do ex-governador de São Paulo, Geraldo Alckmin, para ser o candidato a vice-presidente do maior presidente da história do Brasil, Luiz Inácio Lula da Silva. Isso significa dizer que o nosso partido tem uma responsabilidade ainda maior, porque nós estaremos integrando a chapa que irá disputar a eleição presidencial – pontuou o comunosocialista.

Até agora, Dino vinha se equilibrando entre o apoio a Brandão e o interesse em ter também aliança com Weverton para sua candidatura ao Senado; com as declarações de ontem o governador deixa claro não se importar se o senador do PDT terá ou não um adversário contra ele na disputa senatorial.

O fato é que Dino mostrou-se pronto para o embate contra o seu aliado histórico; e deixou ainda mais claro que levará a eleição de Brandão às últimas consequências.

Até agora líder nas pesquisas de intenção de votos, Weverton Rocha vinha declarando apoio a Flávio Dino para o Senado.

Resta saber a posição do senador diante desta declaração de guerra…

VÍDEO: Presidente nacional do PT, Gleisi Hoffmann confirma que Lula e o PT irão apoiar Carlos Brandão no Maranhão

Durante uma live realizada antes do carnaval, ao “Giro das 11”, da TV 247, a presidente nacional do PT, deputada federal Gleisi Hoffmann, confirmou que o seu partido e o ex-presidente Lula Inácio Lula da Silva irão apoiar o vice-governador Carlos Brandão, do PSB, no que se refere a disputa pelo Governo do Maranhão.

“Vamos apoiar o PSB no Maranhão”,  disse, se referindo, é claro, ao partido ao qual Brandão se filiará ainda no mês de março.

A declaração é um verdadeiro banho de água fria nas pretensões do PDT, partido do Senador Weverton Rocha, que alardeava apoio do PT no Maranhão.

Fonte: Blog do DC

Flávio Dino volta para ativa de quadro de professores da UFMA; Veja quais as disciplinas ele lecionará

O governador do Maranhão, Flávio Dino (PSB), voltou ao quadro de professores do curso de Direito da Universidade Federal do Maranhão (UFMA).

A partir do dia 31 de março, Dino deixará o cargo para iniciar sua campanha ao Senado, e deve voltar às salas de aula em abril.

De acordo com o Departamento de Direito da UFMA, Dino lecionará, ainda no primeiro semestre deste ano, as disciplinas de Prática Jurídica Simulada III – Direitos Humanos; e Prática Jurídica Simulada II – Direito e Trabalho Penal.

Quando eleito governador do estado pela primeira vez, em 2014, Flávio Dino possuía 20 anos de carreira na instituição. Sua última disciplina lecionada foi Direito Ambiental.

Flávio Dino entrou na Universidade aos 18 anos de idade, no curso de Direito, após formar-se, retornou à UFMA como professor.

Bruno Silva, prefeito de Coelho Neto, deixa Weverton Rocha e declara apoio a Carlos Brandão

A cidade é mais uma regional maranhense na qual o senador Weverton fica sem apoio político, isto é, não tem o prefeito nem a oposição, porque ambos apoiam Brandão e Flávio Dino.

Bruno Silva (PP) prefeito de Coelho Neto, cidade de 50 mil habitantes, fez questão publicar em suas redes sociais sua declaração de apoio ao vice-governador Carlos Brandão, durante encontro realizado na tarde desta terça-feira (08).

Bruno era apoiador do senador Weverton Rocha (PDT), porém, mudou de posicionado devido ao seu partido, o PP, também deixar o projeto pedetista.

“Saímos agora pouco de uma reunião com o vice-governador Carlos Brandão onde anunciamos formalmente o apoio do maior grupo político de nossa cidade ao seu projeto de reeleição. Também reafirmamos o nosso compromisso com a pré-campanha do nosso governador Flávio Dino para o senado”, disse o gestor coelho-netense.

Mais uma prefeita do PDT abandona Weverton Rocha e declara apoio a Carlos Brandão

Agora foi a prefeita de Presidente Vargas, Fabiana Rodrigues Mendes, do PDT, que abandonou nesta terça-feira (08]0 o projeto do senador Weverton Rocha e declarou apoio ao candidato apoiado pelo governador Flávio Dino.

Carlos Brãndão recebeu o apoio a gestora e agradeceu por meio de suas redes sociais. “É a nossa visão municipalista prevalecendo em prol dos municípios maranhenses”, disse.

E é bom que se diga, pelas movimentações políticas, o último de sair apaga a luz….

De boné, Antônio Braide, sogro do Dep. Federal André Fufuca, declara apoio a Carlos Brandão

Empresário agropecuário e ex-prefeito de Santa Luzia, Antônio Braide reuniu um grupo de “amigos de longos tempos” em sua Fazenda no município, neste domingo (06), para declarar apoio ao vice-governador Carlos Brandão visando as eleições de outubro deste ano.

Respeitado entre a classe empresarial e política de todo o Maranhão, ele é pai da médica cirurgiã Samira Braide, esposa do deputado federal André Fufuca – presidente nacional do PP.

O pecuarista também é pai de criação do secretário de Estado do Meio Ambiente, Diego Rolim – indicação de Fufuquinha para compor o governo Flávio Dino.

Além da iniciativa de reunir líderes políticos e empresariais em seu entorno, chamou atenção também o fato de Antônio Braide fazer questão de usar o boné “Brandão” e executar um contundente discurso em favor do vice-governador.

E é bom destacar, o genro André Fufuca foi presença generosa e garantida no evento. Diante desse fato fica a pergunta: alguém ainda tem dúvida que o PP e Fufuquinha caminharão com Brandão?

Roberto Costa diz que direção nacional já avalizou apoio do MDB a Brandão: “está encaminhado, 90% fechado”

O vice-presidente do MDB, deputado Roberto Costa disse que o apoio do MDB está encaminhado ao nome do vice-governador Carlos Brandão. De acordo com o parlamentar, a direção nacional já avalizou que a legenda feche com Brandão na disputa do governo do Estado.

“Estamos tendo apenas algumas conversas internas, mas o MDB já está praticamente encaminhado com o Brandão, 90% fechado. O presidente nacional, Baleia Rossi, inclusive já deu o aval”, afirmou ao blog do John Cutrim.

Roberto Costa disse que uma reunião da direção do partido será realizada este mês para ratificar a posição conjunta do partido. “Teremos a posição do partido, posição única, agora se tiver posição discordante, nós respeitaremos”, afirmou. A ex-governadora Roseana Sarney deve manter uma postura de neutralidade e o empresário Lobão Filho deve marchar com o senador Weverton.

Em relação ao apoio do MDB à candidatura de Flávio Dino ao Senado, Costa disse que esta é uma outra discussão no partido. “Para governador, já está encaminhado com o Brandão. Quanto ao Flávio, estamos discutindo, eu defendo a tese de que se apoiar o candidato do governador, deveremos apoiá-lo também ao senado. Não existe mais animosidade contra o Flávio, hoje temos um novo cenário no partido, uma superação completa do passado e um olhar voltado para o futuro no que for melhor para o Maranhão”, assinalou ao blog do John Cutrim.

Militantes da base do PDT deixam o partido e se unem ao grupo de Carlos Brandão

Não é mais segredo para ninguém os fenômenos racionais que está ocorrendo no PDT, vários militantes cansados dos discursos fisiologistas daqueles que se acham dono da sigla partidária, decidiram  abandonar o velho barco, deixar para traz anos de história ,cortar com muita dor o cordão umbilical para apoiar o Pré-candidato ao governo do Maranhão Carlos Brandão, os que tomaram essa decisão deixaram bem claro que a única lembrança que querem cultivar em seus corações são os bons  feitos do Dr. Jackson  Lago, esse legado ficou registrado na memória de todos.

Com a desfiliação dos insatisfeitos, aumenta a preocupação do Senador Weverton Rocha que com certeza nesse momento deve estar refletindo onde errou e como consertar aquilo que não tem mais volta, tal situação tem contribuído para sua  queda nas pesquisas,  lembrando que o apoio dos dissidentes  foi uma decisão voluntária e particular de  cada um, esses de livre arbítrio procuraram a coordenação de Carlos Brandão  e se colocaram à disposição para ajudar na campanha, e assim desarticular  a estrutura política de Weverton Rocha.

Pelas informações repassadas ao editor desse Blog, esse mês mais pessoas estarão  saindo do PDT para aderir à campanha do Pré –candidato Brandão.

Como se não bastasse, na Assembleia Legislativa comandada pelo Deputado Othelino Neto, numa recente coletiva de imprensa para anunciar sua filiação ao PDT, apenas seis dos 42 parlamentares compareceram à cerimônia, os demais não se dispuseram a ouvir o discurso de Weverton Rocha

Mesmo com todo prestígio que o presidente da Assembleia Legislativa Othelino Neto tem junto aos seus pares, sua coletiva de imprensa para a mudança do PCdoB para o PDT foi esvaziada. Marcaram presença  apenas os deputados mais alinhados a Weverton, como Glalbert Cutrim (PDT), Neto Evangelista (DEM), Ciro Neto (PP), Wendel Lages (PMN) e Ricardo Rios (PDT) acompanharam o evento.

A imagem da esvaziada coletiva só comprova a fragilidade do projeto de Weverton, que já tinha demonstrado enfraquecimento ao reunir apenas três partidos no lançamento da sua pré-candidatura.

Desta vez, nem o bom relacionamento de Othelino com os parlamentares conseguiu salvar Weverton do notório esvaziamento que a sua pré-candidatura sofre.