Blog do JJP - Notícias Populares do Maranhão

As duas leituras sobre a eleição na Famem

Os dois grupos que disputaram a eleição da Famem (Federação dos Municípios do Estado do Maranhão), comandados pelo senador Weverton Rocha (PDT) e Carlos Brandão (Republicanos), fazem leituras distintas sobre o resultado do pleito.

Nas urnas, Weverton saiu vitorioso, afinal o atual presidente da Famem e prefeito de Igarapé Grande, Erlânio Xavier (PDT) foi reeleito com 112 votos, contra 96 do prefeito de Caxias, Fábio Gentil (Republicanos), apoiado por Brandão.

O grupo de Weverton entende que esta foi a terceira vitória diante de Brandão, antes do confronto mais esperado de 2022 pelo Palácio dos Leões. Weverton derrotou Brandão no 2º Turno da eleição de São Luís, na eleição de Osmar Filho (PDT) para a Câmara de São Luís e agora na disputa da Famem.

Com isso, o grupo de Weverton entende que sai da disputa ainda mais fortalecido e mostrando que chegará extremamente forte em 2022, com musculatura até para um rompimento com o grupo político de Flávio Dino, caso seja necessário.

No entanto, o grupo de Carlos Brandão faz uma outra leitura do pleito. Apesar de terem perdido a eleição, por 16 votos de diferença, entendem que Brandão não tinha praticamente nenhum prefeito para chamar de “seu”, mas agora passou a ter 96 gestores que acreditaram no seu projeto para 2022.

Ou seja, leituras distintas, mas interessantes e que devem apenas acelerar o racha na base política do comunista, afinal está mais do que claro que o grupo ficou pequeno para Weverton e Brandão, ainda mais com Flávio Dino perdendo força dentro do processo eleitoral para 2022 no Maranhão, principalmente depois das derrotas em 2020.

É aguardar e conferir.

Categoria: Notícias

Seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatório são marcados *

*